RECÉM-NASCIDOS SÃO SENSIVEIS AS NOTAS MUSICAIS

RECÉM-NASCIDOS SÃO SENSIVEIS AS NOTAS MUSICAIS

                                     

 

Os recém-nascidos são sensíveis à harmonia das notas musicais e capazes de reconhecer as dissonâncias e mudanças de tom já nos primeiros dias de vida, segundo um estudo da Universidade Vita-Salute Del San Raffaele de Milão, na Itália. Os autores do estudo, publicado na revista científica americana Pnas, apresentaram três trechos de músicas de 21 segundos de duração a 18 recém-nascidos.

O primeiro era um trecho para piano. O segundo era o mesmo trecho, mas com algumas notas em um tom acima. E o terceiro, totalmente dissonante. Enquanto os bebês ouviam os trechos, seus cérebros foram submetidos a uma ressonância magnética que permitiu conferir quais partes do cérebro são ativadas durante o tratamento das informações.

Resultado: em todos os bebês, o hemisfério direito do cérebro entrou em atividade, em particular as mesmas zonas que são ativadas durante a apresentação de trechos de músicas para adultos. Durante a execução dos trechos modificados, a ativação do hemisfério direito foi mais fraca, enquanto que uma zona do hemisfério esquerdo foi ativada, explicaram os pesquisadores.

"Esses resultados mostram que o cérebro dos recém-nascidos é capaz de perceber música desde as primeiras horas após o nascimento. Além disso, eles já conseguem reconhecer as dissonâncias e as mudanças de tom". Esta pesquisa poderá contribuir para determinar se a percepção da música é inata ou fruto do ambiente, de acordo com os autores do estudo.