Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis

O CÉREBRO E A MEMÓRIA PARA A MÚSICA

O CÉREBRO E A MEMÓRIA PARA A MÚSICA

                                    Resultado de imagem para imagem O CÉREBRO E A MEMÓRIA PARA A MÚSICA

 

As memórias ligadas à música são armazenadas em uma parte do cérebro, pelo menos parcialmente separados uma da outra. A confirmação de uma velha teoria veio a ser confirmada de um caso, descrito na revista Current Biology, de um artista que teve uma amnésia total, mas que lembra perfeitamente notas e a sua escrita. O paciente de 68 anos de idade, é um violoncelista profissional, que, como resultado de uma infecção desenvolveu uma encefalite, na qual a inflamação causa uma amnésia muito grave, tanto sobre o passado, quanto a família, amigos, e também para a capacidade de adquirir e lembrar novas informações.

Apesar desta condição, o homem ainda é capaz de tocar violoncelo, e não só se lembram peças já foram executadas antes da doença mas também para aprender novos comandos: “Isso mostra que a memória musical é, pelo menos, parcialmente independente do hipocampo, da estrutura do cérebro que processa memórias – outros autores da Universidade de Berlim também concluíram: é possível que o enorme significado da música em todas as culturas podem ter contribuído para a formação de uma memória independente”.