Guido d

Guido d

                   guido-monacotarga

Guido Monaco, também conhecido como Guido d'Arezzo ou Guido Aretino, é considerado como o inventor da notação musical e o tetragrama. Ele nasceu entre 990 e 1000 e morreu por volta de 1050.

Foi um monge beneditino e mestre de música. .Inventor de um moderno sistema que visava facilitar a leitura e o solfejo, inventou um método completamente novo para o ensino musical, o que despertou muita inveja, mas encontrou a proteção do bispo de Arezzo Tedaldo (ou Teodaldo), a quem dedicou um de seus escritos: o Micrólogo.

Arezzo, entre 1025 e 1035, lecionou música e canto para a Catedral. Esta sua invenção revolucionou a maneira do ensino, a composição e a transmissão de toda a música.

É a ele, de fato, que temos o nome das notas ainda em uso, com exceção de Ut que mais tarde foi substituído pelo Do .Guido foi o responsável pela invenção de um sistema de memória a mãoguidoniana para ajudar o tom exato dos graus da escala .Para ajudar os cantores, Guido tinha usado as sílabas iniciais dos versos do hino a São João Batista e os tinha utilizado para compor a escala musical. Ele foi um importante teórico da música. .Seu tratado musical, o Micrologus, foi o texto mais distribuído na música da Idade Média, após os tratados de Boécio.

Supervisionou o ensino da música na Abadia de Pomposa, na costa do Adriático, perto de Ferrara, onde se observou a dificuldade que os monges tinham de aprender e lembrar as músicas da tradição gregoriana. Para resolver este problema, concebeu e aprovou um completamente novo método de ensino, que logo se tornou famoso em todo o norte da Itália. A hostilidade e inveja dos outros monges de sugeriu que ele se mover para Arezzo, uma cidade que, apesar de não ter uma abadia, tinha uma florescente escola de canto, colocando-se sob a proteção do bispo Tedaldo, a quem dedicou seu famoso tratado: o Micrologus.
Desde 1025, Guido foi um professor de música e canto, na Catedral, onde ele foi capaz de continuar os estudos realizados em Pomposa onde foi criada a notação musical moderna, que iria revolucionar a nossa forma de ensinar, compor e transmitir música.
Guido usou as sílabas iniciais dos versos do hino a São João Batista para compor a escala musical:

"laxes queant Ut
Resonare FIBRIS
Mira gestorum
Famuli tuorum
Resolver polluti
Reatum labii
Sancte Iohannes »
de onde vieram os nomes das notas Ut-Re-Mi-Fa-Sol-La-Si.

É nesse expediente que temos os nomes da nota ainda em uso, com a exceção de que a do Sol, que Guido chamado Ut (nome ainda usado em outros idiomas, por exemplo, em francês): somente mais tarde o teórico da música italiana do século XVII Giovanni Battista Doni propôs o presente nome, derivado da palavra "Dominus", isto é, "Senhor", em referência a Deus (mas muito provavelmente escolheu o nome 'Do' como uma clara referência ao seu sobrenome).Desta forma, Guido estabelece as bases e desenvolve o sistema teórico disse solfejo (a primeira forma de teoria musical).

Abaixo Hino de São João Batista