ARTIGO=O MUNDO MUSICAL DO SURDO

ARTIGO=O MUNDO MUSICAL DO SURDO

 

                                     

 

 

A surdez pode ser parcial ou completa, congênita ou adquirida.O mundo do homem inteiramente surdo é um mundo silencioso, e, para os que são surdos de nascença,é um mundo sem as lembranças e a concepção do som, nem de suas sensações imediatas.

Falta-lhes a capacidade de situar, através do som, um objeto no espaço.Da mesma maneira, falta-lhes as várias indicações alertadoras e os avisos do nosso ambiente físico.Geralmente, porém, há substitutos apropriados para essas localizações e avisos através do sentido visual, tátil e outros.

A pessoa congenitamente surda, sofre uma grande perda por não ter acesso as qualidades expressivas existentes no som.

A música proporciona algumas das experiências perceptuais mais irresistíveis através da melodia,harmonia e do ritmo.A música tem uma força incomparável para despertar sentimentos emocionais.No mundo do surdo nada disso existe.

No caso da surdez adquirida pode ser bem diferente. Berich Smetana, um gênio da música considerado o pai da música clássica tcheca, compôs entre outras a obra Má Vlast é considerada um “poema musical”, porque além de extremamente melodiosa, faz um elogio às diversas paisagens da Boêmia – os campos, as planícies e o rio – Moldava. Tudo forma um conjunto harmonioso e, daí, a ideia de poema.

A grande curiosidade desta obra é que quando Smetana a compôs, ele estava 100% surdo. Ou seja, ele imaginou a música, e pôs no papel,Ludwig Von Beethoven compôs a majestosa Nona Sinfonia,depois de ficar surdo.Mas isso só foi possível graças a riqueza da memória musical e das imagens que ainda lhe restavam.

Abaixo vídeo de Bedřich Smetana: Má Vlast Moldau.