Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis

O 1º CONCERTO DE ACORDEÕES NO Carnegie Hall

O 1º CONCERTO DE ACORDEÕES NO Carnegie Hall

                                      

 

 

O Carnegie Hall é uma sala de espetáculos em Midtown Manhattan, na cidade de Nova Iorque, localizada nos 881 7th Ave, New York, NY 10019, Estados Unidos, onde são apresentados os melhores espetáculos e músicos do mundo. Até o ano de 1939 nenhum acordeonista tinha se apresentado nesta magnífica e badalada casa de espetáculo motivo: o acordeom era tido até aquele momento, como um instrumento de terceira categoria, executados por imigrantes (italianos) semianalfabetos e rudes que só executavam pequenas canções populares do repertório italiano. Porém quatro acordeonistas mudaram para sempre a história do acordeom: Charles Magnante, Joe Biviano, Abe Goldman, e Gene Von Halberg. Vamos a história-

 

A data tão esperada, muito badalada, finalmente chegou: 18 de abril de 1939. Carnegie Hall estava lotado e pronto para o evento, a expectativa era muito grande nos anais musicais e na história acordeão ...Podemos imaginar a sensação de suspense e de grande ansiedade que deve ter sido experimentado pelo homem sobre cujos ombros repousava a responsabilidade iniciar o tão esperado recital: Charles Magnante.Será que todos os esforços dos últimos meses de estudos e ensaios seria recompensado pela apreciação dos críticos musicais e dos  músicos sérios, ou será que  a sua tentativa de estabelecer ao acordeão um novo plano  seria ridicularizado? A noite da apresentação havia um espesso nevoeiro que pairava sobre toda Nova York, t até para atravessar uma rua, era difícil e perigoso. No entanto às 8 horas e 30 minutos o teatro estava totalmente lotado, nem um assento sequer foi deixado sem o seu preenchimento no Carnegie Hall. Na plateia havia cerca de três mil pessoas e estavam representantes dos altos círculos musicais e sociais de Nova York. Entre eles estava o Senhor Kelvin Keech, comentarista da NBC Studios. Como uma introdução ao recital, o Sr. Keech falou brevemente sobre as notáveis realizações do Sr. Magnante e os membros do quarteto: Joe Biviano, Abe Goldman e Gene von Hallberg. Quando o Sr. Keech concluiu, os quatro acordeonistas abriram o programa com a famosa "Tocatta e Fugue in D Minor" de Bach, seguido pelo "Rondo Capriccioso" de Mendelssohn. Um momento de silêncio total surge no Carnegie Hall, pois os críticos não estavam acreditando no que estavam ouvindo em seguida aplausos calorosos soaram ecoando através do Hall.                                                                                                               Aqueles que tinham sido cético ou apenas curiosos começaram a dizer um para o outro isso sim que realmente é música. Quando os aplausos finalmente terminaram, Magnante subiu ao palco sozinho e em seu estilo incomparável tocou a "Malaguena" de Lecuona; de Chopin a "Valsa em C # Minor" e "Nocturne em Eb",”. Movimento Perpétuo" de Paganini. Na conclusão do espetáculo, seguiram-se dois duetos por Magnante e Biviano. Então, novamente o quarteto apareceu desta vez para tocar "Danse des Bouffons" por Rimsky-Korsakov; "Danse de Mirlitons" por Tchaikovsky; "Fuga em Sol Menor" de Bach, e "Flight of the Bumble Bee", de Rimsky-Korsakov. Um intervalo deu os membros do público à oportunidade de ver alguns de seus vizinhos interessantes, Frosini, Pietro Deiro e Anthony Galla-Rini e outros acordeonistas notáveis ​​foram cercados por amigos e admiradores. Provavelmente, o detentor do recorde para viagens de longa distância foi realizado pelo Senhor e Sra. Bert Glassel de Saskatchewan, no Canadá, que cobriu a distância de 2.000 milhas exclusivamente com o fim de assistir o histórico recital. A segunda metade do programa, que foi dedicada a composições modernas, foi aberta por interpretação de uma paráfrase em "Dark Eyes" de Magnante "O Carnaval de Veneza", e "On the Trail" de Grofe, "Rhapsody in Blue" de Gershwin e "Jolly Caballero de Frosini." Joe Biviano seguiu como solista, tocando "Schoen Rosmarin" de Kreisler e "Evitando uma Divorciada", de Forsythe. Sua interpretação sensível e de uma execução excepcional os aplausos fez voltar ao palco várias vezes.

A apresentação foi encerrada pelo Quarteto, incluindo "Carnaval" de Grofe; e de Magnante "Accordiana" e uma seleção de vários números de Gershwin que deu ao programa um brilhante final.

A agitada ovação dada ao quarteto de acordeonistas não deixou dúvidas quanto à aprovação tanto crítica quanto popular do evento, colocando o acordeom no seu devido lugar.

FOTO    Fundadores



Na foto da esquerda para a direita: ABAIXO:Pietro Frosini, Abe Goldman, Sydney Dawson ,NO CENTRO:Anthony Galla-Rini, Charles Magnante, Pietro Deiro Sr, Charles Nunzio E EM CIMA:Gene Von Hallberg, Joe Biviano.

Abaixo vídeo com o áudio da  música Flyght of the bumble de Rimsky-Korsakov na execução de Charles Magnante.