COMO INTERPRETAR UMA OBRA MUSICAL

COMO INTERPRETAR UMA OBRA MUSICAL

 

                                         

 

 

Interpretação é a execução de uma obra musical de acordo com a maneira de como o acordeonista entende o pensamento do compositor.

Uma boa interpretação depende na verdade de complexos e excelentes qualidades de inteligência e de muito bom gosto.

Necessário porém que o acordeonista se limita ao seu papel de intermediário entre o compositor e o auditório,porque é dentro da obra musical que o interprete deve ir buscar os elementos que a sua técnica ha de servir.Porém de nada adiante ter uma técnica magistral em que falte o domínio do fole,emoção,sentimento de dor ou de alegria que possa levar o ouvinte ao sentimento ideal.Jamais devemos tocar sem sentimento em qualquer nota, frase, trecho, até mesmo escalas quando bem executadas são excelentes exercícios para uma correta interpretação.

Os sinais gráficos empregados em uma composição musical são de diferente naturezas:uns dizem a respeito ao caráter espiritual da obra:brilhante,majestoso,religioso,etc.outros ao movimento:andante,moderato,allegro,etc.Outros a dinâmica: crescendo, diminuendo, ralentando, etc.outros as possibilidades técnicas ou recursos do acordeom: glissando, trêmulo, bellows shake, etc.

Nenhuma dessas indicações são todavia rigorosas e taxativas.A interpretação pertence dar-lhes o valor real, dosando-lhes a aplicação e sensibilizando-as e determinando o poder de comunicabilidade que possa ter.

Interpretar não é tão simples como pode parecer a primeira vista.Quantas e quantas músicas de excelente e real valor artístico são soterradas ingloriamente por deficiências na execução de seus intérpretes.Dai a grande responsabilidade que temos ao executar uma composição musical, pois está em mim, em você e em todos nós o êxito ou derrota de uma composição musical.