ARTIGO=BACH, ARQUITETO DO FUTURO

ARTIGO=BACH, ARQUITETO DO FUTURO

                                           

 

Se existe uma unanimidade de crítica musical na história ocidental dos últimos 150 anos, ela está centrada na figura e na obra monumental de J.S.Bach. Admirada por mais de dois séculos, a obra de Bach foi considerada paradigma tanto para o gênio musical de Mozart, Beethoven ou Mendelssohn, como para compositores de ruptura do século XX, como Arnold Schoenberg e Anton Webern.

Com “A Arte da Fuga”, Bach adota o espírito gótico do quadrivium(Quadrivium – expressão medieval para designar as chamadas “quatro artes matemáticas”: aritmética, geometria, música e astronomia. O ensino da música como arte matemática não visava os princípios de composição, mas a acústica apresentada com princípios metafísicos) e conduz o contraponto a quatro vozes ao infinito.

Abaixo vídeo da partitura do Contraponto nº9 da Arte da Fuga de Bach.