ARTIGO=O PONTO DOS MÚSICOS

ARTIGO=O PONTO DOS MÚSICOS

 

 

                                     praca_se_auto.jpg

O ponto dos Músicos aqui em São Paulo,no período matutino e no vespertino,era junto as escadarias da Catedral da Sé. Ja a noite era na esquina da avenida São João com a avenida Ipiranga.Era lá no ponto dos músicos que os empresários artísticos da época, os chefes de orquestra e os proprietários de restaurantes e casas noturnas contratavam profissionais da área para alegrar as noites de São Paulo. Devagarinho e aos poucos, todos os espaços da calçada eram ocupados por pessoas de quase todas as idades e aparentemente desocupadas, que, começavam a tratar do principal assunto das diversas rodas que iam se formando: a música. A maioria dos presentes usava calças escuras e camisas brancas e eu explico a razão da coincidência: naquele tempo, os trabalhos eram acertados, praticamente, no mesmo dia de sua realização, e para quase todos havia a exigência do paletó e da gravata, que muitas vezes nos eram emprestados, então, pelos chefes de conjuntos e orquestras.Enquanto uns tratavam de receber o cachê do dia anterior, outros escreviam arranjos sobre as capotas dos automóveis estacionados, com seus instrumentos e respectivos estojos aos pés, numa cena muito mais apropriada para um mercado persa.Muitos músicos desta época ainda estão por aí, a tocar com sua arte o coração das pessoas, sendo que a grande maioria já reforçaram a Grande Orquestra DO NOSSO CRIADOR.